segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Em processo decisório

O tempo passa, é óbvio. Mas o pior de tudo, não é o medo de quando o que você chamou de futuro se veste de presente, mas sim, quando você se dá conta de que a roupinha que esse vai usar depende das roupas que você hoje usa. É tudo um imenso processo de construção, que, por vez, depende de um processo decisório incrível. Incrivelmente impetrado pelo tempo.

3 comentários:

beto,,, disse...

é MUITO medonho isso, sinceramente. acho tão melhor não pensar que pode ser que os gestos pequenos mudem tanto as coisas. acho tão melhor não pensar assim. geralmente dá certo, para mim.

Cazarim De Beauvoir disse...

eu acho melhor nem pensar. ou, para me exprimir com maior precisão: ser tem seu pensar, que é sendo.

e ainda acho que decisão é algo mais amplo do que um 'quero isso'.

tati disse...

...sinto isso na pele.Mais do que nunca.